Deixe um comentário

Uma sexta-feira com ménage à trois.

Hoje eu posso dizer que é um dia tudo de bom. Não fiquem assanhadinhos por causa do ménage a trois do título. Ménage à trois significa mistura a três e hoje a gente tem três motivos especiais, que também estão misturados. O Mov.E. acaba de chegar aos 15 mil hits, tá fazendo aniversário nesse findi, que aliás tenho que fazer uma errata aqui. O dia é 29 de agosto. Esse foi o dia do nosso primeiro post. E pra quem curte esse lance de horóscopo, eu diria que o nosso blog é virginiano. Vai lá dá um conferida se é que isso significa alguma coisa. E por último, como não posso me esquecer, hoje é sexta. E anunciar estas e outras coisas legais numa sexta, é sempre uma alegria.

1 – Parabéns para o Mov.E. que completa 1 aninho amanhã, dia 29.

2 – Essa dica aqui veio de um amigo. É sobre o livro-objeto chama “Periquita Maluca”, do redator Reinal do Martins. A publicação reúne microcontos com histórias feitas com até 50 caracteres com pitadas de humor sobre a vida.O legal é que parte do lucro das vendas (40%) é revertida para o SOS Fauna, ONG que cuida de animais silvestres. Bem legal, né? Vejam a foto.

Valeu Gera! Uhu!

Twitter do Periquita Maluca aqui.

15266

3 – Essa eu não resisti e resolvi adiantar aqui. O filme me causou até um revertério no estômago quando eu vi o Cristo Redentor se despedaçando no Corcovado. O filme é o 2012 que fala sobre uma profecia maia de que o nosso mundinho vai entrar em colapso neste ano. O filme é do diretor Roland Emmerich, o mesmo do “O dia depois de amanhã” e “Independence day” e tem previsão de estreia nos cinemas em 13 de novembro. Gente, as cenas são incríveis, o mundo fica sinistro e vocês podem sentir melhor o drama entrando nos links que disponibilizamos aqui.

4 – E acontece no Rio e em Brasília, até o dia 30, o festival Back2Black, que celebra a África como o berço da civilização, polo de discussão política e difusão cultural. E nesse evento rola de tudo um pouco. Conferências, palestras e claro, shows, muitos shows. Já dei uma fuçada e vi que tem Gilberto Gil, Mv Bill, Youssou N´dour, Marisa Monte. Tem também o Bob Geldof, o pai do Live Aid. E então? Tá de bobeira? O lugar do evento também é igualmente irado, na antiga Estação de Trem da Leopoldina. Lá tem já aconteceram outros eventos como o RioCenaContemporânea.

5 – E olha o que rola em Minas, minha gente. Ô trem bão. São elas, as Mulheres de Hollanda se apresentando neste domingo, dia 30, na Feira Literária de São João Del Rey. Aproveita hein, o show é 0800, às 11:00. Vou deixar o site delas e um vídeo pra vocês conhecerem esse trabalho irado.

TEATRO MUNICIPAL de São João Del-Rey
Avenida Hermirio Alves s/n – Centro
São João Del-Rey – Minas Gerais.

6 – O ônibus do Sinhá Zózima ataca novamente em Sampa, galera. Neste findi eles vão se apresentar no seu teatro móvel, dentro do ônibus mesmo, na Praça Roosevelt, 241. E o precinho ó, camarada.

O nome da peça (eu acho que é isso) é: Valsa no. 6
Sex 28/08 às 00:00 e sáb. 29/08 às 00:00
Ônibus estacionado na Praça Roosevelt, 241
Ingressos a venda na bilheteria do Espaço Satyros I

fotoSinháZózima

Anúncios


1 comentário

15 mil hits!!!

brinde2

Gente, eu não tenho muitas palavras para escrever aqui o quanto é gratificante saber que diariamente, pessoas de diversos cantos tem conhecido e prestigiado o nosso querido blog. Hoje o Mov.E bateu 15 mil hits desde a sua estréia no mundo virtual. A gente comemorou os 5, os 10 e agora os 15. E não vamos parar por aqui, pois temos certeza que vai chegar a 20 e por aí vai. O mais legal disso tudo é que ele chegou um dia antes de completar 1 ano de vida. É pessoal, o Mov.E vai fazer um aninho amanhã, e a gente está preparando várias surpresas para comemorar. Aguardem.

3 de fevereiro de 2009 (5 mil hits)

18 de maio de 2009 (10 mil hits)

15 mil é

ducaaaaaaaa!!!

Viva o Mov.E.!!!


2 Comentários

O mercado está aqui.

mercado-municipal-sao-pauloPois é, minha gente. Estamos de volta no front. E voltamos com novidades, aguarde. A primeira delas é que neste post eu vou falar sobre mais um daqueles passeios que a gente faz e descobre coisas sobre a cidade que reside. Pois é, ainda estou na minha fase centro. E foi no centro que eu tirei fotos desse lugar sensacional, graças aos meus novos amigos-guias Denis, Juliana Pereira, Juliana Reis e a Indaiá, que eu cheguei até o Mercado Municipal. Para os íntimos ele é conhecido também como Mercadão. A construção belíssima abriga um feira que vende iguarias dignas de chef de cozinha. E os restaurante? Você não tem noção dos petiscos vendidos no local. Só indo lá pra comer o seu. Eu por exemplo, não perdoei e ataquei aquele pastelzaço de carne de sol e queijo derretido. Hummm… Não satisfeita, rachei com o meu amigo Denis, um bolinho de bacalhau, que se aquilo é bolinho de bacalhau, imagine o bolão de bacalhau. O humilde bolinho parecia um salame inteiro de tão enoooooorme. Por isso, o meu amigo me deu aquela forcinha básica na hora de degustar este espetáculo da culinária do Mercadão. Pena mesmo foi eu não conseguir fotos do famoso e ilustre sanduba de mortadela (tive que pegar da net). Era o sanduba mais falado antes mesmo de eu pisar no recinto. Ao chegar, e vendo este objeto de desejo de 11 em cada 10 pessoas, é que eu fui entender o porquê da sua fama. Sem sacanagem, devia ter umas 300 camadas de mortadela naquele pão, fora o queijo. As pessoas que o saboreavam com prazer, faziam até um pequeno ajuste bucal para encaixá-lo no local certo e comê-lo com dignidade + prazer. Os olhinhos daquelas pessoas não mentiam, gente. Elas comiam com muuuuuito prazer.

Gente, é muita mortadela.

Gente, é muita mortadela.

Foto: Dan Souza do site revista Os Urbanistas.

Eu não poderia pular a parte dos doces né. Gente, antes do nosso almoço, o povo fez questão de parar numa barraquinha com uma vendedora muito simpática oferecendo uma saborosa salada de frutas ao leite condensado. E pela pequena fila que se formava, percebi também que aquela iguaria também tem uma certa fama no local. Fora as barracas de frutas, que pareciam cinematográficas de tão bonitas eu estavam e o vitral lindíssimo que chama a atenção de qualquer um que passa pelo vão central desse espaço histórico. Bom, chega de conversa, dê um pulinho lá e veja nas fotos um pouco desse lugar maravilhoso.

mercado-municipal-vidro-gr

14-08-09_1358

14-08-09_1359

14-08-09_1401

14-08-09_1406


Deixe um comentário

“O passado sussurrou no meu ouvido” foi ontem, mas o vídeo selecionado aparece hoje.

Gente, por motivos de workaholice crônica o nosso estimado bloco ficou no vácuo por um dia mais uma vez. Mas vocês entendem o nosso lado e uma dia também não faz mal a ninguém. Bom a banda em questão se chama Propaganda, e eles lançaram um hit de muito sucesso nos anos 80 (ah se esse anos 80 falasse…) chamado Duel. A banda, que apesar de ser originária da Alemanha, é considerada uma banda de new wave britânica. Pois foi no Reino Unido que seus hits chegaram no Top 30, e foi lá também, nos estúdios Sarm-West em Londres, que eles gravaram seus discos. O que eu posso dizer deles em relação ao Brasil é que “Duel” era a música que agitava a galera. O povo pirava porque era o tipo de música que era a cara de uma sexta-feira ensolarada. E o povo tava doido pra cair na night. Espia o clipe você também e se prepara para a sexta.


Deixe um comentário

7 anos de sessão pipoca com cachaça.

Se você está sentindo aquela coceira nesta noite de quarta querendo fazer alguma coisa depois do trabalho, a pedida é ir para o Odeon, Cinelândia. Hoje acontece o nosso querido Cachaça Cinema Clube, com 7 anos de sessões regadas à branquinha típica. Ah, e se estive com mais fogo ainda, até porque vai tomar umas pinguinhas, dê uma esticadinha na Lapa. Bar é o que não falta para colocar o papo em dia. Corre lá porque o lance é hoje.

Blog do Cachaça aqui.

noname


1 comentário

Tem gente fazendo bonito na fotografia por aqui.

Galera,
o Mov.E. já mostrou uma pequena parte do trabalho desta fotógrafa carioca no evento do Circo Voador, onde se apresentou também o grupo SongoroCosongo. Agora vocês vão poder conhecer as suas fotografias na íntegra porque ela acaba de lançar o seu site. Vou colocar aqui as palavras da própria Bruna Prado, que exprimem exatamente o significado das suas fotografias.

“Grande parte do meu trabalho fotográfico está direcionado às questões sociais e culturais, permitindo-me vivenciar, refletir e questionar as diversas realidades ao meu redor. É através deste olhar, que busco conscientizar as pessoas que assistem à minha obra.” – Bruna Prado

brunaprado