Essas pessoas insatisfeitas e suas ideias esquisitas.

Deixe um comentário

Juro por Deus! A minha ignorância, quando se manifesta, costuma sair pela minha boca em forma desta frase: “isso é falta do que fazer”. Mas ainda bem que a minha ignorância tem vida curta numa matéria como esta.

São assuntos como estes que a gente tem que dar força mesmo. Pô, o mundo, visto pela ótica dos telejornais, já acabou faz tempo. É o Dia do Julgamento que encaramos quando deixamos de lado informações relevantes, de coisas boas, de esperança.

E a matéria, que é ao mesmo tempo louca e boa, é de um cara que inventou um lance, que capta energia da nossa respiração para abastecer aparelhos portáteis, como o iPhone, por exemplo. Viu como o filme Matrix não era uma loucura total? Lá já diziam que o corpo humano poderia funcionar como uma bateria, e muito bem.

O cabra, dono do invento, se chama João Paulo Lammoglia. E ele cismou em converter o poder da sua respiração em energia elétrica, utilizando turbinas eólicas, e alimentando pequenos aparelhos portáteis.

O produto é a máscara AIRE ligado a um dispositivo iOS – Powered.

Aliás, esse carinha adora inventar coisas legais e úteis. Dê uma fuçada no site dele também.

 Site dele aqui também.

Autor: Movimento Espontâneo

Tá curioso? Nem se você conhecesse a gente durante muitos anos conseguiria desvendar todas as nossas facetas. hahahahahahahaha (risadinha do Vicent Price no clip Thriller, do Michael Jackson) Ah cansei. O Movimento Espontâneo é feito por Christiane Gomes, blogueira, publicitária, produtora musical e pau pra quase toda obra.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s