Deixe um comentário

A ARTE EM UMA LATA

IMG_20140830_175544

 

O centro de Sampa reserva espaços culturais, ora imponente ora desconhecido do público. Uma pena para quem ainda não descobriu seus encantos, principalmente os mais recentes.

É no meio do momevimento frenético dos ônibus, da bifurcação que dá origem às avenidas 9 de julho e 23 de Março que está cravado o espaço Red Bull Station.

O Red Bull Station funciona numa antiga estação de energia desativada da cidade. É  um prédio histórico que foi reformado, preservando suas principais características.

 

IMG_20140830_175610

IMG_20140830_180040Seus frequentadores, além de presenciar obras de artistas contemporâneos, também podem verificar o agito que rola no estúdio. Com workshop de artistas como Gui Boratto.

O ponto legal é o wi-fi liberado para a galera já adepta da tendência de trabalhar de um jeito móvel, levando apenas seu laptop a tira colo para produzir sossegadamente num espaço que respira cultura.

Sente o clima nas fotos.

Saiba mais sobre o Red Bull Station aqui.

 

 

 

 

 

IMG_20140830_180118 IMG_20140830_180244

 

 

Anúncios


Deixe um comentário

Hoje tem mais e estaremos lá.

O Mov.E não perde uma.

Você também não deveria.

Vem com a gente, vem!

=============================================

Adivinha só… nesta quinta tem mais um Studio Lounge! Mas não é só isso… tem também arte, drinks, comidinhas, gente bonita e muita música boa com a nossa DJ convidada Bruna Sartori, além da nossa residente Chris Brawn. Juntas elas trarão o melhor da música eletrônica com uma pitada de POP. Está preparado? Então já sabe… dia 23 de janeiro, próxima quinta-feira, às 20h, quero te ver lá na Rua Marquês de Paranaguá, 363 no Studio Decor Café.

.
.
.

Informações sobre a festa:

— ENTRADA FREE —

DJ convidado:
DJ Bruna Sartori – Electro House, Pop e Progressive House ||| Bubu, Hotel Cambridge, Thai Villa di Phoenix – Guarujá

DJ residente:
Christiane Gomes (Chris Brawn) – ELETRONICA ||| Sonique, Hotel Cambridge

+

Música ambiente
Aceita cartões de débito e crédito
Estacionamento próximo
ImagemImagem

2014 – O ANO DO CAVALO: O cavalo foi escolhido para ser o símbolo da festa pois adora a vida, é charmoso, esperto, popular e bem-humorado. No lado sério, eles são esforçados, tenazes e leais. O amor pelo convívio social permanece como a força mais importante na vida do cavalo, e qualquer que seja o estilo de vida que ele escolha, certamente isso envolverá ligações próximas com outros. Essa é a proposta do Studio Lounge.


Deixe um comentário

Hoje tem!!!

É como falamos antes. A quinta-feira é nossa. Tá fechado.

Fechamos com a nossa dj preferida e os dj convidado do Studio Lounge, Chris Brawn e Johnny Disco respectivamente.

Um som imperdível, pois como você sabe o povo do Mov.E. gosta de curtir. Então se joga nessa vibe, venha conhecer o povo do Mov.E. pessoalmente, beber, comer, dançar e bater um papo na casa com a quinta-feira mais quente de Sampa. Só vindo pra sentir.

divulgastudio_16012014_2

 

Informações sobre a festa:

— ENTRADA FREE —

DJ convidado:
Johnny Disco

DJ residente:
Chris Brawn – ELETRONICA ||| Sonique, Hotel Cambridge, Heart Beat

Música ambiente
Aceita cartões de débito e crédito
Estacionamento próximo

.
.
.

2014 – O ANO DO CAVALO: O cavalo foi escolhido para ser o símbolo da festa pois adora a vida, é charmoso, esperto, popular e bem-humorado. No lado sério, eles são esforçados, tenazes e leais. O amor pelo convívio social permanece como a força mais importante na vida do cavalo, e qualquer que seja o estilo de vida que ele escolha, certamente isso envolverá ligações próximas com outros. Essa é a proposta do Studio Lounge.


Deixe um comentário

Isso é só o começo // It is just the beginning

Image

A gente não precisa de muita informação concreta para sentir que algo novo está para acontecer ou está acontecendo. Basta acionar a sua sensibilidade, olhar para o céu, olhar as pessoas ao redor. Você vai dizer com tranquilidade: “é, tem algo de novo no ar”. Essa sensação aconteceu ontem durante todo o dia 5 de dezembro de 2013.

Não precisei olhar os jornais locais, consultar a internet ou perguntar para algum amigo. Claro que fiz isso logo na sequência do meu estranhamento. E a conclusão foi: sim, morreu Nelson Mandela. Mas a missão dele foi cumprida. Porém não concluída, sabe porquê? Ainda insistimos em vivermos separados. Mas separados por bobagens, pré-julgamentos, preconceitos, avaliações superficiais de nós mesmos.

Isso mesmo. Não é sobre o outro que estamos falando. Ao fazermos tais avaliações, estamos mostrando quem realmente somos, como funciona o nosso coração (se é que a gente tem um, né), os nossos olhos, a nossa percepção da vida. Não estou falando aqui que iremos conseguir amar todo mundo. Deveríamos, mas…

Estou falando que devemos nos policiar constantemente para que nossos pensamentos não virem ações prejudiciais às vidas das pessoas que irão sentir as consequências delas pelo caminho. E acorde! Estas ações, além de prejudicar o próximo, no fundo no fundo estão agredindo a você mesmo.

Veja como é ridículo existir uma fila para brancos e negros. Como se não viéssemos da mesma origem. Veja como é ridículo termos escolas para pessoas com a pigmentação da pele diferente. Afinal de contas, somo índios, portugueses, africanos, pardos, mamelucos, cafusos, mulatos, brancos, branquinhos, branquelo, pretinhos, negões, amarelos, jambo, moreninhos e no qual a raça é uma só. A humana.

Vamos fazer o seguinte. Que tal fazermos uma alto avaliação. O Mov.E, você, todos que leem isso aqui ou não. Vamos pensar ao contrário. Vamos fingir que fomos julgados e presos porque queríamos que todos pudessem beber um copo d’água. Isso mesmo, um copo d’água. E no julgamento a prisão era o nosso quarto, mas sem nada, tá? Quem já foi sequestrado sabe do que estou falando.

Viva Mandela! Viva a sua luta pela liberdade. Que será eterna.

Vejam dois vídeos da música “Mandela Day”. Uma homenagem do grupo Simple Minds feita no final da década de 80.


Deixe um comentário

De bolinha no Rio de Janeiro.

O que foi a exposição da japa mais irada dos últimos tempos no CCBB do Rio? O Mov.E. esteve lá de corpo presente para vivenciar uma experiência mágica pelos corredores daquele endereço histórico e se encantou com o trabalho da Yayoi Kusama. Este trabalho, que se chama “Obsessão Infinita”.

Logo na sala principal a gente deu de cara com umas bolas gigantes cor de rosa de bolinhas pretas penduradas no teto. Algumas estavam até bem próximas do povo. Aliás, diga-se de passagem, ela tem paixão por bolas e um certo terror pelo instrumento fálico. Não vamos entrar em detalhes aqui para você verificar pessoal o porquê.

Seus quadros têm um colorido vivo e suas esculturas possuem um mistério único. Basta observar por alguns minutos, de preferência de cabeça vazia. Esquece o mundo lá fora e deixe seus pensamentos levar você o mundo da Kusama. A atração principal, campeã de audiência até aqui nas internas do Mov.E, foi sala de bolinhas iluminadas. Só na admiração já tivemos várias ideias para ambientar as festas que iremos fazer por aí.

Bom, sem delongas e com esperança de ter deixado você curioso com a exposição, nos vemos aqui em breve. Enquanto isso, vá lá. Dê uma passadinha. É tudo 0800 (grátis). O teaser não foi o suficiente? Então fique com algumas fotos que tiramos no recinto.

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image
A exposição apresenta 110 obras. Um acervo que inclui pinturas, trabalhos sobre papel, esculturas, vídeos e instalações. A curadoria é de Philip Larratt–Smith e Frances Morris.
Informações sobre a Yayoi Kusama aqui e aqui.


Deixe um comentário

E já virou piada.

Como sempre, já fizeram piada com o assunto “Toddynho” na internet. Eis que encontramos pelo Facebook bombando. A dica é da Maiara para a Josi. Valeu meninas! Uhu!
Matérias sobre o assunto aqui e aqui.


Deixe um comentário

Tag dupla: a amizade e a perda.

Foram estes últimos 5 dias que me fizeram escolher este título pra você, leitor. Estava preparando um post na manga, para falar do dia do amigo. Mas todo mundo aqui no Mov.E. percebeu que esse dia do amigo merecia um adendo.

Primeiro de tudo, feliz dia do amigo! Quem tem daqueles verdadeiros, sabe do que estou falando. É extremamente importante tê-los. Mesmo que a gente não se entenda com ele na maior parte do tempo.

Agora eu quero falar do adendo. Bicho, depois de uma data como esta (20 de julho), três dias depois, a nossa querida Amy é encontrada morta sozinha dentro da própria casa. Isso me fez pensar tanto. Será que ela não tinha uns amigos? Aqueles mais chegados que seguram a barra mais pesada e fortalece laços, que antes talvez estivessem estremecidos.

Será que fama e dinheiro só faz aparecer aquele outro tipo de amigo? Que só aparece no momento oportuno. Quando é bom só pra ele mesmo. Bom, não dá pra estender aqui o motivo no qual isso tudo aconteceu. O fato é: ela se foi sozinha. E no momento que ela mais precisava, o fundo do poço, não havia ninguém lá. Por isso, que a tag do título é dupla. E você ainda pode inverter as ordens que dá no mesmo.

É o Mov.E. inteiro aqui desejando a todos excelentes amigos na vida. Se eles forem poucos, que sejam de qualidade.