Movimento Espontâneo

#movimentoespontaneo


Deixe um comentário

Faxina no Mov.E.: obras na fase final.

Imagem

Sabe aquela plaquinha de “Homens Trabalhando”? Pois é, estamos neste processo. Não estranhe se a cada hora que você faz uma visita ao nosso estimado blog, um visu completamente diferente o assombre na primeira olhadela.

Isso faz parte do processo de restruturação que estamos passando e estamos na reta final como dissemos no título. Mas dessa vez não vamos marcar bobeira.

Imagem

Queremos deixá-lo entretido o máximo possível com dicas de música, cultura e tudo mais que a gente já fazia antes. Só que agora as doses serão homeopáticas.

A dose de hoje é ouvir o álbum completo do Bill Evans, The Way To Play. O som é incrível e tem tudo a ver com esse climinha chuvoso da quarta.


Deixe um comentário

Twitter Day?

 

O título não foi à toa. Despois de fuçar a internet no dia inteiro hoje, encontrei muitas manifestações twísticas na grande rede. A palavra inventamos aqui agora mesmo no Mov.E.

Você deve está se perguntando: “porran, depois de um bom tempo sem escrever, vão falar de twitter logo hoje?” Bicho, não tinha como não falar. O twitter está impregnado na sociedade. São análises, gráficos, trendtopics e muito mais bombando. Até achei que fosse o Twitter Day, se é que isso existe.

Melhor do que escrever é compartilhar com vocês sobre o assunto. Confere só nas imagens.

Mas e você? Já deu uma twitadinha hoje?


Deixe um comentário

O que te inspira?

Essa resposta é muito fácil de achar. Pelo menos pra mim, música é um grande combustível para muitas coisas que faço. Outro dia mesmo, aqui no trabalho, com a pressão bombando para a entrega dos trabalhos no prazo, foi só eu colocar meu fone de ouvido e… Quem me conhece sabe. Boate na certa. Tudo flui que é uma belezura.

Tem gente que lida melhor pensando em lugares bonitos. Saca aqueles momentos de meditação? Tu já fez isso? Não? Então vem comigo: feche os olhos, pense numa praia bonita e tal. Não consegue? Liga não. Muitas vezes eu também não consigo. Eu penso na praia, depois penso numa boate legal, penso em sexo (sou normal né), besteiras que eu falei, besteira que meus amigos falaram e assim vai.

O meu amigo Clebão fez diferente: um vídeo falando sobre isso. Eu nem preciso explicar muito porque vou parecer a Oprah falando sobre o que inspira a vida da gente, como as pessoas crescem com isso e blábláblá. Deixa a parte de auto-ajuda pra ela, que é craque. (Gente, eu adoro a Oprah hein. Só um adendo).

Dê uma olhada no filme: acredito que, de alguma forma, você vai se identificar. Mas se não gosta de malhar, esquece. Fica só com a inspiração mesmo. Parabéns Clebão e para todos que fizeram esse trabalho!


1 comentário

E-mail do bem.

Sabe aqueles e-mails com mensagens positivas que muita gente joga fora? Bom, aqui a gente fez diferente: achamos um sensacional e resolvemos dividir com você, leitor querido. Essa corrente, que aparentemente foi feito pela empresa Ready do Brasil, a gente recebeu da nossa amiga e leitora Glaucia. Valeu a dica Glaucinha! Uhu!


Deixe um comentário

Um blog irado que vai fazer um ano de vida em março.

O povo aqui do Mov.E. é tão ansioso que já quer falar logo do aniversário do nosso blog amigo “Quero-Quero” antes da data oficial, que será em 11/03. A gente sabe que falta pouco tempo, mas assim mesmo a galera do “Quero-quero” já saiu pela dianteira para fazer um sorteio comemorativo. Elas irão dar ao sorteado (a) um colar responsa. Se você se interessou, não perca tempo. Clica agora mesmo no blog do “Quero-Quero”, que está aqui ao lado no nosso blogroll e participe.
Ah, e antes de mais nada e da própria data de aniversário, parabéns, Quero-quero! Parabéns Mari e Dai!

O link do sorteio é aqui.


Deixe um comentário

Frase de parachoque digital.

Diretamente da caixa de entra do meu e-mail, eis um pensamento muito interessante.

“Ninguém é tão feio como na identidade, tão bonito como no Orkut, tão feliz como no Facebook, tão simpático como no Twitter, tão ausente como no Skype, tão ocupado como no Msn e nem tão bom como no Curriculum Vitae!”

Quem mandou foi a Marcinha. Valeu Marcinha! Uhu!