Movimento Espontâneo

#movimentoespontaneo


Deixe um comentário

A ARTE EM UMA LATA

IMG_20140830_175544

 

O centro de Sampa reserva espaços culturais, ora imponente ora desconhecido do público. Uma pena para quem ainda não descobriu seus encantos, principalmente os mais recentes.

É no meio do momevimento frenético dos ônibus, da bifurcação que dá origem às avenidas 9 de julho e 23 de Março que está cravado o espaço Red Bull Station.

O Red Bull Station funciona numa antiga estação de energia desativada da cidade. É  um prédio histórico que foi reformado, preservando suas principais características.

 

IMG_20140830_175610

IMG_20140830_180040Seus frequentadores, além de presenciar obras de artistas contemporâneos, também podem verificar o agito que rola no estúdio. Com workshop de artistas como Gui Boratto.

O ponto legal é o wi-fi liberado para a galera já adepta da tendência de trabalhar de um jeito móvel, levando apenas seu laptop a tira colo para produzir sossegadamente num espaço que respira cultura.

Sente o clima nas fotos.

Saiba mais sobre o Red Bull Station aqui.

 

 

 

 

 

IMG_20140830_180118 IMG_20140830_180244

 

 


Deixe um comentário

Bem-vindo 2014! Que tudo seja diferente e para melhor.

Imagem


Deixe um comentário

O R&B-A-BÁ de Erikah Badu

Um show incrível, com gente igualmente incrível. Isso é o que gente pode dizer sobre o show da cantora Erikah Badu que aconteceu ontem no Sesc Santo André. O Mov.E, como sempre, frenético por boa música, esteve presente e se esbaldou com o canto e encanto desta cantora talentosa.

Momento inesquecível foi se deparar com o “mosh” da cantora no meio da multidão. Isso mesmo, estimado leitor, ela literalmente se jogou no povo. E foi lindo! Sem falar na quantidade de vezes em que disse: Sao Palo! Sao Palo! I love you! Se lê assim mesmo, do jeito que foi escrito, tá? Só pra mostrar o sotaque da moça.

Ah, chega de papo e veja as fotos.

ImagemImagemImagemImagem

ShowErikah1_baixa ShowErikah2_baixa

 

Sobre a Erikah Badu aqui e aqui.


Deixe um comentário

De bolinha no Rio de Janeiro.

O que foi a exposição da japa mais irada dos últimos tempos no CCBB do Rio? O Mov.E. esteve lá de corpo presente para vivenciar uma experiência mágica pelos corredores daquele endereço histórico e se encantou com o trabalho da Yayoi Kusama. Este trabalho, que se chama “Obsessão Infinita”.

Logo na sala principal a gente deu de cara com umas bolas gigantes cor de rosa de bolinhas pretas penduradas no teto. Algumas estavam até bem próximas do povo. Aliás, diga-se de passagem, ela tem paixão por bolas e um certo terror pelo instrumento fálico. Não vamos entrar em detalhes aqui para você verificar pessoal o porquê.

Seus quadros têm um colorido vivo e suas esculturas possuem um mistério único. Basta observar por alguns minutos, de preferência de cabeça vazia. Esquece o mundo lá fora e deixe seus pensamentos levar você o mundo da Kusama. A atração principal, campeã de audiência até aqui nas internas do Mov.E, foi sala de bolinhas iluminadas. Só na admiração já tivemos várias ideias para ambientar as festas que iremos fazer por aí.

Bom, sem delongas e com esperança de ter deixado você curioso com a exposição, nos vemos aqui em breve. Enquanto isso, vá lá. Dê uma passadinha. É tudo 0800 (grátis). O teaser não foi o suficiente? Então fique com algumas fotos que tiramos no recinto.

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image
A exposição apresenta 110 obras. Um acervo que inclui pinturas, trabalhos sobre papel, esculturas, vídeos e instalações. A curadoria é de Philip Larratt–Smith e Frances Morris.
Informações sobre a Yayoi Kusama aqui e aqui.


Deixe um comentário

Tá tudo Green no Mov.E

Quem diria hein. O povo daqui não resistiu e foi marcar presença na última edição do Green Sunset. Um evento maravilhoso que acontece no MIS uma vez por mês trazendo grandes djs tanto nacionais quanto internacionais. E mais: a sensação não são só os djs, já que a própria festa consegue se manter como o melhor custo benefício em diversão na cidade. Ingressos à R$ 14 reais (meia R$ 7) e você ainda ganha dois welcome drinks. Se ligou?

O que falar do som? Nesta última edição tivemos a agradável surpresa da dupla Lulu Rouge, dois dinamarqueses bem doidos que agitaram a pista da Green com excelentes faixas de deep house e vocais que caíram no gosto da galera de imediado. Pois é, como foi dito aqui essa foi a última. Agora só em 2014. Imagina isso na Copa hein.

Sobre a Green Sunset, clica aqui.

Sobre o Lulu Rouge, clica aqui.

Enquanto 2014 não chega, dá uma olhada nas fotos aqui.

Imagem

ImagemGre


Deixe um comentário

Elas chegaram! Elas chegaram!

 Ufa! Calma, gente! Muita calma nessa hora que a primeira parte do registro da nossa grande festa chegou: as fotos. Pra quem não sabe ainda, no dia 14 de março o Mov.E. promoveu um grande evento no Sonique Bar, para gerar um clipe-documentário-dançante dos djs da festa. Foram meses de preparo, organização e divulgação para que tudo desse certo, e deu.

O e-Music Lovers foi um sucesso tão estrondoso que estamos pensando na produção da segunda edição ainda este semestre e com mais novidades. A primeira, só pra você ter uma ideia, querido leitor, contava com um fila que virava o quarteirão, com muita gente bonita chegando e interessada no som dos djs do evento (Cris Pantojo, Chris Brawn, Bispo, Click, Eneas Neto e Ricardo Gonzales). Não podemos deixar de falar de uma grande presença na noite, a da cantora Twiggy, que lançou o seu single “Scream To The Music”. Hit que ferveu a pista da casa e que tem tudo para fazer o mesmo em outras.

Bom, chega de muito papo porque só vendo mesmo pra crer na grande festa que foi. E se você perdeu, querido leitor. Perdeu, playboy. Mas não esquenta não. Na próxima vai ter tudo isso e muito mais pra você não se arrepender. Curte as fotos aí, ó.

Fotos da Festa aqui.


Deixe um comentário

Saiba tudo o que aconteceu no Sonique.

Ontem foi um dia atípico. Era um feriado, 12 de outubro (Dia das Crianças e Nossa Senhora de Aparecida), mas nem parecia que era um dia para você ficar quieto no seu canto, meu estimado leitor.

O povo aqui do Mov.E. estava alvoraçado, se preparando para dar aquele grito de guerra por estar há 3 anos em atividade no blog. Era hora de se arrumar, se maquiar (para as meninas) e se perfumar, para tomar uns bons drinks ao som daDj Chris Gomes (aka Brawn), que fez um set de presente para a gente.

Muitas coisas a gente precisou agitar bem cedo, pois a maioria dos comerciantes fecharam as suas lojas. A gente preparou algumas surpresinhas para o povo do Sonique, mas como sempr,e ficou tudo para última hora. Sabe como é: compromissos e mais compromissos. Se bem que, às vezes, dá uma certa adrenalina com essa correria toda.

Bem, continuando. Fomos para lá, na rua Bela Cintra e o som da nossa amiga já estava rolando. O povo foi chegando, curtindo, trocando umas ideias aqui e ali. A gente começou a se esbaldar na pista e mais pessoas foram entrando.

Num determinado ponto da noite, distribuimos diversos pirulitos para todos os presentes entrarem no clima, e assim teve clima para durar a noite toda. Se duvidasse e não tivesse trabalho no dia seguinte, o povo ferveria até o meio dia de hoje.

Muitos pontos engraçados, divertidos e com gostinho de quero mais. Parabéns aos djs residentes da casa (Dj Click, Dj Bispoe Dj Gui Guerreiro). Você, querido leitor, não perde por esperar. Com certeza vem muita coisa boa por aí.

Se este post não foi o suficiente para matar a sua curiosidade, fica com as fotos. Um trabalho brilhante do fotógrafo profissional Andres Costa.

Ah, as fotos da festa estão aqui.

 


Deixe um comentário

Deixa eu contar como foi a Heart Beat pra você que perdeu, playboy.

No final de semana, nos dias 16 e 17 de abril, mas precisamente no domingo passado, aconteceu a Heart Beat Second Edition. Uma festa para celebrar o retorno de um amigo muito querido do Mov.E. à vida normal, depois de um problema de saúde. Imagine agora uma festa desse naipe, totalmente emocional, o estado de espírito da galera. E isso tudo regado a muita tequila. Bom, senta, liga o computador, que lá vem a história.

No sábado, enquanto os nossos DJs preparavam seus sets arrebatadores, o sol dourava milhares de corpos por todas as praias do Rio. Nossa equipe aproveitou também, claro. Ninguém é de ferro, merecemos, nêm.

O Rio é uma cidade com muitas festas temáticas e competir com elas num sábado chega a ser covardia. Por isso, o domingo, o dia escolhido para a festa, foi um dia muito esperado. Por todos que trabalharam na festa, organizaram, tocaram, enfim, participaram de alguma forma. Inclusive dançando.

Domingo, às 07h00 da manhã. Praia bem cedinho, porque a festa também começa cedo. E deu pra aproveitar tudo. Praia, festa, amigos, etc. Final da tarde, lá estava eu e toda a equipe, já na porta da boate registrando tudo com olhos, máquinas e celulares. Os DJs chegaram cedo, afinal, preparação é importante. Às 18h38, como estava na filipeta da festa, o pessoal já estava heartbeating na porta e dentro do La Cueva. E meia hora depois, teve início o set da DJ Brawn, que deixou o povo frenético com sua mistura de house, tech house e progressive.

Na sequência, veio o show do Rian Córdova, com novas músicas, velhos sucessos e uma performance eletrizante no meio da multidão. Foi inclusive, na última música, que subiu o tequileiro no palco para entreter os convidados com aquela bebida enlouquecedora. E fazendo o povo beber literalmente no gargalo. Após o frisson, entra o set do VJ Antônio Mendes, com seu house-pop-dançante. O resto é história porque tem muita coisa que aconteceu que fomos proibidos de revelar aqui. Hehehe

Aguarde que em breve teremos mais fotos por aqui. Essa é só um teaser.

Ah, e não podemos esquecer. Parabéns Claudinho. Belíssimo retorno. Bem vindo a bordo e fica com Deus. Uhu!

Foto: celular do Cazé, do blog sabão?


Deixe um comentário

Tem festa neste finde.

Esse final de semana não é um finde qualquer. Diversas atrações estão bombando na naite, mas uma em destaque, até porque a equipe do Mov.E. vai chegar em peso no lugar, é a festa Heart Beat Second Edition.

Mas precisamente no La Cueva, a casa mais arrebatadora da noite carioca, irá receber a segunda edição da festa que causou frisson e muito burburinho do povo descolado da cidade em 2010.

Este ano a Heart Beat será regada à performances, personalidades, gente bonita e doida pra dançar até chão. Isso sem falar nos Djs, que são sempre uma atração a parte do happening. No ano passado foi uma bateria de disc jockeis trazendo diversos estilos musicais, já nesta edição teremos a DJ Brawn (que toca mais uma vez na festa) e o VJ Antônio Mendes, na sua estréia na Heart Beat.

Se liga que a festa é no domingo e começa cedo, afinal de contas, o povo trabalha, assim como o Mov.E.. Pode chegar lá pra umas 18h30, já pede seus drinks dançantes e se joga na pista do La Cueva que a DJ Brawn vai deixar prontinha pra você dançar.

HEART BEAT ED2
DOMINGO 17/4
19H R$15
La Cueva – Rua Miguel Lemos 51 – Copacabana
Rio de Janeiro, Brazil

E não liga não. Excesso de filipeta faz bem pra memória. Nos vemos lá.


Deixe um comentário

Todo carnaval tem seu começo.

Tudo floresceu no dia 7 de março de 2011, quando alguns amigos resolveram que era o momento de colocar o bloco na rua. Não foi à toa a escolha do nome: “Bloco Carne de Segunda”. A idéia? Concentração de bloco regado à churras, birita, samba no pé e diversão. Tudo isso na segunda-feira de carnaval. O Mov.E. esteve presente em peso para acompanhar este rebuliço que deu as caras em São Lourenço, um pequeno bairro de Niquiti, para os íntimos (Niterói, para quem não sabe).

A camisa amarela aumentou em número no meio da folia. Todos queriam fazer parte daquela linda festa estampando no peito o símbolo do bloco mais simpático da Cidade Sorriso, a vaquinha carnavalesca. Além disso, o Carne de Segunda veio com um belíssimo samba e com direito a rainha da bateria. Uma menina que foi escolhida em um concurso que abalou as estruturas do bairro que antigamente abrigou algumas fábricas da antiga capital federal (pois é, minha gente. Niquiti foi a capital do Rio de Janeiro quando este era a capital do Brasil). Pode acreditar.

A notícia boa desse texto meio didático é que tiramos fotos bem legais do evento. Se liga nisso e que o bloco Carne de Segunda seja bem vindo. Força na peruca com glitter.

Concentração do Carne de Segunda.

O preparo de uma rainha.

Baianas ensaiando sua evolução.

O povo invadindo as ruas.