Deixe um comentário

Quando chover granizo.

Segundo a nossa amiga e blogueira Glaucia, a solução para o granizo é essa aí da foto.

Valeu Glaucinha! Uhu!

Anúncios


Deixe um comentário

Meu celular é highlander.

Sem querer fazer apologia a qualquer marca de celular, mas eu tenho que confessar que o meu é highlander. O celular que desafia as leis da gravidade, da física e às sete vidas dos gatos. Porque dos gatos? Se eu te contar quantas vezes ele já deu pau e continua aí, na ativa, você, meu querido leitor, não acreditará.

Não sei nem explicar se isso é motivo de orgulho ou de vergonha. O motivo de orgulho é que ele está aqui, me acompanhando em muitas aventuras. Ele já registrou momentos históricos, inclusive algumas imagens que se encontram neste caro blog, tem em sua agenda contatos importantíssimos que fariam a terra tremer em momentos festivos e os seus toques são verdadeiros hinos da alegria.

Agora deixa eu falar do lado vergonhoso. Porque depois dessa bajulação toda tem que ter um lado podre, não é verdade? Celular é que nem gente: tem seu lado Ying e Yang, é de lua, acorda com o ovo, ou melhor, a bateria virada e você se depara com aqueles acontecimentos típicos. Tecla com problemas, quedas ornamentais ou então os mesmos fatos que ocorrem com o meu aparelho: flap com mau contato e sem tampa da bateria. Flap com mal contato, leia-se, você não enxerga quem está te ligando e tem que dar aquela agachadinha na tampa para fazer ligações. Isso sem falar da cor. Já vi aparelhos que eram cinzas no início e depois de um tempo highlandeando por aí, eles ficaram brancos.

Aí você se pergunta: “Ué, mas sem tampa? Como é que a bateria fica segura?” Gente, eu disse no título deste post que o negócio era highlander, né. Penélope e Aníbal sabem do que estou falando. Afinal de contas, já presenciaram diversas quedas no melhor estilo bungee jump. Mas uma outra pergunta feita por você: “quando vai tomar vergonha nessa cara e vai comprar outro aparelho?” Aí eu te responto: já estou fazendo isso, mas eu ainda tenho dúvida sobre qual será o próximo celular highlander.


1 comentário

Lápis ou computador? Eis a questão.

Eu nunca parei para pensar nisso quando um dia fui escrever num pedaço de papel branco e aconteceu o que? Me deu branco. Sempre tive ao meu lado uns bloquinhos loucos, de capas com ilustrações modernas ou coisa assim. Já deixei um deles até ao lado da minha cama antes de dormir. Ué, vai que surge uma idéia no meio dos meus sonhos e eu resolva registrar tudo lá.

Mas gente, isso acontece raramente agora. Adivinha o motivo. Tem um computador prontinho para essas ocasiões na minha frente. E quando me deu aquele branco, fui correndo para o teclado e digitei tudo que eu queria. Saiu tudo facinho, facinho. Na hora não me deu branco, me deu texto no Word, Msn, Facebook, Twitter, Orkut. Sei lá. Só sei que deu um monte de coisa pra fazer ao mesmo tempo. E o que eu só queria era escrever um simples texto.

Quando tudo começou a fluir bem, comecei a questionar se eu sabia ainda escrever com as mãos, como fazia até bem pouco tempo atrás. Pensei: “Caraca, vou para alfabetização outra vez”. Eu sei que no computador tudo é melhor, mais rápido, mais fácil e blá, blá, blá. Mas hoje eu me peguei abrindo um caderno e escrevendo normalmente, sem dar branco. A única coisa que deu foi o azul, da minha caneta esferográfica. Como é bom ficar em cima do muro nessas horas. É como ter dois amores em mundos diferentes, mas que se complementam.


Deixe um comentário

Ele está vivo?!

E a polêmica acerca da morte do pop-star Michael Jackson continua. Há relatos de um encontro com ele dentro de um táxi, em Belô (BH). E neste veículo rolou até uma palhinha para um fã. Vejam as imagens assustadoras.

O vídeo foi enviado pelo nosso estimado leitor, Rodney. Valeu Rodney! Uhu!


1 comentário

Confessa: você também já usou o Corel.

Os adeptos do pacote Adobe vão adorar esta versão do “Funk do Créu” que está no Youtube. Já os amantes do programa do balão, o Corel, eu não sei dizer. Com uma letra peculiar e mais algumas batidas do pacadão carioca, o Funk do Corel tem tudo para pegar. Seja a sua paciência ou os seus ouvidos. Saca a poesia abaixo e vídeo com o lagartinho, que mexe a boquinha toscamente para cantar o refrão.

A dica veio do Pedro Nere, que pegou via Twitter dessa galera aqui (@samara7days e @eu_Dennis).

Valeu Pedro! Valeu galera! Uhu!

“Pra usar corel tem que ter disposição
Pra usar corel tem que ter habilidade
porque não é do pacote adobe não
os atalhos são diferentes e não tem compatibilidade

ctrl espaço não dá zoom é no scroll então vai…

coreeeeeeel coreeeeeeel coreeeeeeel coreeeeeeel (não salvou faz de novo!)
coreeeeeeel coreeeeeeel coreeeeeeel coreeeeeeel

no birô só X2

corel corel corel corel corel corel corel corel
corel corel corel corel corel corel corel corel

você salvou em X3

corelcorelcorelcorelcorelcorelcorelcorel
corelcorelcorelcorelcorelcorelcorelcorel
corelcorelcorelcorelcorelcorelcorelcorel
corelcorelcorelcorelcorelcorelcorelcorel

não dá nem pra importar
corererererererererererererererererererel
corererererererererererererererererererel
corererererererererererererererererererel
corererererererererererererererererererel