Deixe um comentário

Bem-vindo 2014! Que tudo seja diferente e para melhor.

Imagem

Anúncios


Deixe um comentário

Precisa dizer alguma coisa? Ah sim, parabéns!

Image


Deixe um comentário

De bolinha no Rio de Janeiro.

O que foi a exposição da japa mais irada dos últimos tempos no CCBB do Rio? O Mov.E. esteve lá de corpo presente para vivenciar uma experiência mágica pelos corredores daquele endereço histórico e se encantou com o trabalho da Yayoi Kusama. Este trabalho, que se chama “Obsessão Infinita”.

Logo na sala principal a gente deu de cara com umas bolas gigantes cor de rosa de bolinhas pretas penduradas no teto. Algumas estavam até bem próximas do povo. Aliás, diga-se de passagem, ela tem paixão por bolas e um certo terror pelo instrumento fálico. Não vamos entrar em detalhes aqui para você verificar pessoal o porquê.

Seus quadros têm um colorido vivo e suas esculturas possuem um mistério único. Basta observar por alguns minutos, de preferência de cabeça vazia. Esquece o mundo lá fora e deixe seus pensamentos levar você o mundo da Kusama. A atração principal, campeã de audiência até aqui nas internas do Mov.E, foi sala de bolinhas iluminadas. Só na admiração já tivemos várias ideias para ambientar as festas que iremos fazer por aí.

Bom, sem delongas e com esperança de ter deixado você curioso com a exposição, nos vemos aqui em breve. Enquanto isso, vá lá. Dê uma passadinha. É tudo 0800 (grátis). O teaser não foi o suficiente? Então fique com algumas fotos que tiramos no recinto.

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image

Image
A exposição apresenta 110 obras. Um acervo que inclui pinturas, trabalhos sobre papel, esculturas, vídeos e instalações. A curadoria é de Philip Larratt–Smith e Frances Morris.
Informações sobre a Yayoi Kusama aqui e aqui.


Deixe um comentário

E as homenagens não param.

Isso chegou hoje até o nosso QG pelo nosso amigo blogueiro Bagunceiro, do Bagunça Funcional. É um vídeo, narrado por um gringo, que mostra todos os encantos da Cidade Mara (segundo o vídeo, Rio – o magnífico). A época é em 1930 e o filme registra bem esse tempo com suas imagens em preto e branco. O mais incrível é ver ruas que você passa hoje em dia como eram, como a Avenida Beira Mar, que atualmente recebeu a extensão do Aterro do Flamengo. Vemos também a Cinelândia como era com seus  pisos clássicos e o Teatro Municipal ao fundo. E as pessoas então, com seus chapéus no melhor estilo panamá, que hoje em dia estão super na moda novamente. Nem vou ficar mais citando os outros pontos da cidade para não quebrar a agradável surpresa. Vale muito a pena ver esse vídeo por você mesmo, querido leitor.

O que não dá pra deixar de falar são as roupas enormes para um Rio já 40 graus dos anos 30.

Valeu a dica, Filipe! Uhu!


1 comentário

Parabéns à Cidade Mara. Motivos não faltam pra comemorar esse dia o ano inteiro.

Nada melhor que comemorar o dia da Cidade Mara com um set exclusivo, feito pela nossa queridíssima dj Chris Gomez aka Brawn. É só apertar o play e se jogar.

 


Deixe um comentário

Se não der praia, dá Mistureba ou tudo junto.

Sabadão promente, gente. Vai rolar uma super liquidação de verão no Mercado Mistureba. A feira de moda alternativa que agita o Rio já há algum tempo e sempre com novidades.

A gente sabe que perder uma praia é difícil, mas você não vai ficar o dia todo tostando no sol, não é mesmo? Então anota na agenda aê.

Ah, e cuidado. Não esquece o protetor solar, hein.

Você ainda não conhece o Mistureba? Então entra aqui.


Deixe um comentário

Estamos com você, Rio.

Pode deixar, Rio. O Mov.E. tá na torcida e no movimento.