Pinguário. É, isso existe!

Deixe um comentário

Pinguário. É, isso existe!

E fica na Praça Roosevelt, São Paulo.
Num barzinho chamado Papo, Pinga & Petisco, com suas iguarias deliciosamente prontas para serem degustadas com prazer, um canto do estabelecimento nos chamou a atenção com sua inusitada decoração.

Ficamos tão sem palavras que decidimos mostra aqui com foto. Pra você ver que não é brincadeira. É real.

Anúncios


Deixe um comentário

CANCELADO. A palavra que o Mov.E menos gosta.

É com tristeza que informamos que a Festa Patuá, que teria uma edição neste sábado dia 30, foi CANCELADA.

Estamos tristes? É, um pouco, mas tranquilos porque haverá outra. E esperamos que em breve.

Mais informações, é só acompanhar o Mov.E, ok?

Image


Deixe um comentário

Pré-convite 3 (Última dica).

Pessoal,

pediram para passar a última dica do grande dia aqui, ó. Nos vemos todos no dia 12 de outubro, ok? O Mov.E. vai comemorar seus 3 anos de existência nessa festa.

======================================================

Local Oficial:

Sonique Bar

=========================================================


Deixe um comentário

E já virou piada.

Como sempre, já fizeram piada com o assunto “Toddynho” na internet. Eis que encontramos pelo Facebook bombando. A dica é da Maiara para a Josi. Valeu meninas! Uhu!
Matérias sobre o assunto aqui e aqui.


Deixe um comentário

60 mil hits! Viva o Mov.E.!

Não sabemos nem mais o que dizer diante de mais um marco para o nosso estimado, idolatrado, salve-salve, blog. Se a gente fosse brindar as conquistas durante todo esse tempo, não vai sobra fígado, que dirá comemorar cada hit seu, leitor, com uma golada. São 60 mil hits. Você sabe o que é isso? Foram 60 mil vezes que você e todos os outros queridos leitores entraram aqui, leram, compartilharam, comentaram, participaram, ouviram músicas, viram vídeos e tudo mais. Precisa dizer mais? Esse blog é só sucesso. Por isso, que a nossa equipe aqui acha que o Mov.E. é o melhor blog do mundo. Sabemos que é coisa da nossa cabeça, mas nós gostamos mesmo disso aqui. O amor é eterno.

E quem vai comemorar com a gente também é o casal mais comentado do Mov.E., Penélope e Aníbal. Diretamente aqui no nosso QG, brindando com muito Chandon (não é merchan hein). E o nosso brinde, além de comemorar os 60 mil hits conquistados esta semana, vai também para a professora Amanda Gurgel. Aquela guerreira que teve a ousadia de mostrar para todo o Brasil que o descaso com a educação é um buraco, e bem mais em baixo. Parabéns, prof!

E no final deste post tem um clipe do produtor Erick Morillo pra gente comemorar dançando hein. Se joga lá!

60 mil

É ducaaaaaaaa!!!

Viva o Mov.E.!!!

 

3 de fevereiro de 2009 (5 mil hits)

18 de maio de 2009 (10 mil hits)

27 de agosto de 2009 (15 mil hits)

13 de novembro de 2009 (20 mil hits)

Data desconhecida por enquanto (25 mil hits)

19 de abril de 2010 (30 mil hits)

17 de junho de 2010 (35 mil hits)

14 de agosto de 2010 (40 mil hits)

Data desconhecida por enquanto (45 mil hits)

14 de fevereiro de 2011 (50 mil hits)

25 de março de 2011 (55 mil hits)

26 de maio de 2011 (60 mil hits)


Deixe um comentário

Meu celular é highlander.

Sem querer fazer apologia a qualquer marca de celular, mas eu tenho que confessar que o meu é highlander. O celular que desafia as leis da gravidade, da física e às sete vidas dos gatos. Porque dos gatos? Se eu te contar quantas vezes ele já deu pau e continua aí, na ativa, você, meu querido leitor, não acreditará.

Não sei nem explicar se isso é motivo de orgulho ou de vergonha. O motivo de orgulho é que ele está aqui, me acompanhando em muitas aventuras. Ele já registrou momentos históricos, inclusive algumas imagens que se encontram neste caro blog, tem em sua agenda contatos importantíssimos que fariam a terra tremer em momentos festivos e os seus toques são verdadeiros hinos da alegria.

Agora deixa eu falar do lado vergonhoso. Porque depois dessa bajulação toda tem que ter um lado podre, não é verdade? Celular é que nem gente: tem seu lado Ying e Yang, é de lua, acorda com o ovo, ou melhor, a bateria virada e você se depara com aqueles acontecimentos típicos. Tecla com problemas, quedas ornamentais ou então os mesmos fatos que ocorrem com o meu aparelho: flap com mau contato e sem tampa da bateria. Flap com mal contato, leia-se, você não enxerga quem está te ligando e tem que dar aquela agachadinha na tampa para fazer ligações. Isso sem falar da cor. Já vi aparelhos que eram cinzas no início e depois de um tempo highlandeando por aí, eles ficaram brancos.

Aí você se pergunta: “Ué, mas sem tampa? Como é que a bateria fica segura?” Gente, eu disse no título deste post que o negócio era highlander, né. Penélope e Aníbal sabem do que estou falando. Afinal de contas, já presenciaram diversas quedas no melhor estilo bungee jump. Mas uma outra pergunta feita por você: “quando vai tomar vergonha nessa cara e vai comprar outro aparelho?” Aí eu te responto: já estou fazendo isso, mas eu ainda tenho dúvida sobre qual será o próximo celular highlander.